+55 11 2109.8500

Press Releases

Stephen Stefani propõe mudança no modelo de gestão e na relação entre Operadoras de Saúde e rede de prestadores de serviços

03 nov 2014

O oncologista que criou e coordenou o programa de auditoria em oncologia da Unimed no Brasil palestrou durante o 1º Fórum Internacional AITE, em Santiago, Chile, para um grupo de destacados dirigentes e gestores da saúde suplementar brasileira.

Em sua palestra durante o 1º Fórum Internacional AITE, em Santiago, Chile, Stephen Stefani tratou o tema Os rumos da Medicina e da Gestão em Saúde, propondo aos participantes - dirigentes e gestores de operadoras de saúde - a refletirem sobre a relação entre as operadoras de saúde suplementar e a rede de prestadores de serviços. De acordo com o renomado oncologista, um novo modelo de gestão deve ser elaborado para atender, ao mesmo tempo, a demanda dos pacientes por qualidade e a gestão dos custos crescentes. O evento aconteceu no último dia 31 de outubro, no Hotel The Ritz – Carlton, na capital chilena, promovido pela AITE, empresa do Grupo Benner, especializada em serviços e soluções para gestão de Operadoras de Saúde Suplementar.

“Por que não discutir com a rede de serviços uma nova metodologia de gestão mais aberta e transparente e baseada em um modelo mais simétrico?”, questionou o doutor Stefani. Segundo ele, o cenário da saúde hoje tem grande complexidade. Os pacientes estão muito mais atentos e informados sobre os avanços da medicina e as mudanças comportamentais aumentam a incidência de doenças como o câncer de mama, causado, sobretudo, pela redução do período de amamentação devido ao retorno das mulheres ao trabalho.

Diante deste quadro, deve-se olhar com mais atenção para alternativas como a imunoterapia, que ativa o sistema imunológico do paciente para combater a doença; a medicina personalizada, que permite ao médico pensar em estratégias de tratamento mais eficazes, caso a caso; e a prevalência dos medicamentos orais sobre os métodos cirúrgicos, que acarreta a necessidade de acompanhamento de pacientes com doenças críticas.

Um dos principais desafios a superar é a gestão de custos sem comprometimento da qualidade, considerando inclusive o contexto da lei 12.880 que obriga os planos de saúde e seguros privados de assistência a cobrir os custos de medicação oral para tratamento domiciliar do câncer. De acordo com Stefani, os países latino-americanos investem uma menor parcela do PIB em relação aos países desenvolvidos.

A proposta do doutor Stephen Stefani para transpor o cenário adverso é, em primeiro lugar, seguir sempre os protocolos médicos. E espelhar-se em experiências positivas que ajudem a racionalizar com novas ferramentas de gestão para preservar os recursos da operadora em prol do bem coletivo dos seus clientes. Citou como exemplos os EUA, que adota a recomendação de não solicitar exames inadequados ao diagnóstico, baseados no conceito MCDA (multiple-criteria decision analysis), que estabelece o envolvimento de todos os atores ligados ao processo para a tomada de decisão médica. Outra referência é o conceito que possivelmente será adotado pela Inglaterra, o VBP (value based price), visando aumentar a efetividade dos recursos sem comprometer a qualidade.

O doutor Stephen Doral Stefani foi fellow em Oncologia na University of Califórnia e pós-graduado em Auditoria Médica pela Universidade Unimed. É Médico Auditor da CAPESAÚDE, criou e coordenou o programa de auditoria em oncologia de todas as gerências da Unimed no Brasil. Também é membro titular da Câmara Técnica de Oncologia da Unimed Brasil e Unimed Mercosul. Autor de 50 publicações, o conferencista é professor de pós-graduação em Auditoria Médica em Oncologia e Farmacoeconomia na Fundação Unimed e preceptor da residência do Instituto do Câncer Mãe de Deus.

O Seminário

O 1º Fórum Internacional AITE reuniu 50 participantes, dirigentes e gestores da linha de frente da saúde suplementar brasileira. De acordo com Marciano Carlos Rossato de Almeida, médico e presidente da AITE, “o evento é um sonho que a AITE realiza no ano em que se consolidou no mercado brasileiro. Tudo foi organizado, desde o tema até a escolha dos renomados palestrantes, assim como as atividades de relacionamento programadas, para que este seleto grupo de dirigentes da saúde suplementar pudesse debater, trocar experiências e inspirar-se cada vez mais em seus trabalhos”.

Severino Benner, presidente do Grupo Benner, destacou que “o objetivo da empresa, que nasceu fazendo software de gestão, é contribuir cada vez mais com o mercado de saúde oferecendo serviços complementares que atendam às demandas das operadoras. O sucesso do evento deu-se principalmente pelo intercâmbio de ideias, sobretudo entre operadoras e autogestões de saúde”.

Também ministraram palestras o doutor Gonzalo Vecina, superintendente do Hospital Sírio Libanês, sobre as “Novas Ferramentas de Gestão como forma de enfrentar a fragmentação da Assistência a Saúde”; e Guilherme Hummel, consultor e especialista em tecnologias da informação e comunicação aplicadas à saúde, que falou sobre o tema “eHealth: Presente e Futuro”.

Entre os participantes estiveram Denise Eloi, presidente da Unidas Autogestão em Saúde; Claudio Tafla, da Mapfre Saúde; Tereza Villas-Bôas Veloso, diretora técnica médica e relacionamento com prestadores da SulAmerica; Liège Oliveira Ayub, diretora-presidente da Sabesprev; Luiz Mendonça, diretor administrativo e financeiro do Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos de Guarulhos; Ruy Rocha, diretor de assistência à saúde do Servidor  do IRH – Instituto de Recursos Humanos de Pernambuco;  Adriana Campos diretora administrativa e de finanças  da PASA - Plano de Assistência à Saúde do Aposentado da Vale;  Claudia Cristina Cardoso de Lima, diretora de administração e seguridade da Fundação Copel; José Luiz Costa Taborda Rauen, diretor presidente da Fundação SANEPAR; e José Barbosa Porto, superintendente do  IMP - Instituto de Previdência do Município de Fortaleza.

O evento contou com patrocínio da Roche, Premium Care e da BRC Soluções em Saúde.

Sobre a AITE

A AITE é a empresa do Grupo Benner especializada em gestão em saúde e oferece uma gama de serviços para o mercado, como Central de Regulação Especializada, Gerenciamento de Internações Hospitalares e Domiciliares, Monitoramento de Beneficiários no Domicílio, Auditoria de Contas Médicas e Plataformas com Indicadores de Desempenho.

Referência de mercado, a AITE dispõe de uma equipe de 350 colaboradores. Com matriz em São Paulo e três filiais regionais no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Bahia, a empresa atua em 14 estados da Federação. Em 2014 a AITE foi destaque entre as Pequenas e Médias Empresas que Mais Crescem no Brasil, da revista Exame.

Sobre a Benner

A Benner, pioneira no mercado de software de gestão empresarial no Brasil, destaca-se pelo atendimento personalizado aos clientes e pela oferta de soluções inovadoras de gestão empresarial, que proporcionam resultados efetivos aos negócios nas verticais de Saúde Suplementar e Hospitalar, Logística, Governança Jurídica e Contratos, Gestão de Viagens Corporativas, Governo, além de ERP, RH, BI, e ofertas nos modelos BPO, Cloud Computing, EaaS e SaaS. Na área de saúde é líder de mercado com a gestão de 13 milhões de vidas. Conta com 1.200 colaboradores.

Informações para a imprensa Benner

EPR Comunicação Corporativa
(11) 3815-2910 – www.epr.com.br
Edna De Divitiis – edna.d@epr.com.br
Samanta Coelho – samanta@epr.com.br
Paula Rocha – paula@epr.com.br

< voltar
  • São Paulo +55 (11) 2109.8500
  • Alphaville +55 (11) 4134.2200
  • Blumenau +55 (47) 3321.1300
  • Curitiba +55 (41) 2104.8989
  • Maringá +55 (44) 2101.0800
  • Rio de Janeiro +55 (21) 2222.0970
+55 (11) 2109-8500

Receba notícias do seu interesse

Copyright© 2016 Benner. Todos os direitos reservados.C3dweb