Integração jurídica: 6 motivos para adotar essa facilidade