Benner Software de gestão para revolução do seu negócio

RH ágil no seu departamento: pessoas ao redor de uma mesa com computadores
19 de agosto de 2021

O que é RH ágil e como implementar no seu departamento?

labpersona

De acordo com o estudoThe social enterprise at work: Paradox as a path forward – 2020 Delloite Global Human Capital Trends”, produzido pela Deloitte, as últimas décadas foram marcadas por profundas transformações no mundo corporativo – e mais mudanças estão por vir. Para fazer frente a esse cenário dinâmico, muitas empresas implantam o RH ágil.

Mas o que é RH ágil? Por que essa metodologia de RH é eficiente? Quais são os seus benefícios e como implantá-la na empresa? Essas perguntas serão respondidas nos tópicos seguintes. Acompanhe!

O que é a metodologia de RH ágil?

A metodologia de RH ágil é uma consequência do famoso manifesto ágil, que surgiu em 2001 após desenvolvedores de software assumirem o compromisso de otimizar a produção de produtos virtuais.

Alguns anos depois, seguindo essa mesma linha de pensamento, foi criado o Agile RH Development ou manifesto ágil do RH. Podemos dizer que esse documento é a comprovação da eficiência da metodologia de RH ágil.

Com a ajuda desse método, a gestão de pessoas é realizada com maior velocidade, qualidade, redução de custos e flexibilidade. Sendo assim, o RH consegue se posicionar diante das constantes mudanças vindas com a transformação digital.

Para conferir essa solidez a gestão de pessoas, a metodologia de RH ágil é sustentada pelos seguintes pilares:

  • Colaboração se sobrepõe a hierarquia;
  • Transparência vem na frente do sigilo;
  • Flexibilidade supera a prescrição;
  • Inspiração e o comprometimento mais do que o gerenciamento e a retenção;
  • Motivação interior é de maior valor do que as recompensas externas;
  • Ambição está na vanguarda da obrigação.

Ao analisarmos todos esses fatores que compõem a metodologia de RH ágil, notamos que, antes de tudo, a gestão de pessoas ganha inovação sustentável e contínua – algo essencial para a sobrevivência das empresas.

Qual a importância dessa metodologia para o setor de RH?

O RH não ganha otimização, precisão e qualidade, apenas com a implantação de tecnologias. Na verdade, essas ferramentas devem ser a consequência de uma filosofia interna voltada para a inovação. Dessa forma, o RH se transforma em um solo fértil para o crescimento da metodologia ágil.

Diante desse cenário, o RH ágil promove o crescimento, o envolvimento e o prazer das equipes em relação ao trabalho que realizam. Uma vez que, os profissionais percebem que suas competências e habilidades são valorizadas pela empresa, bem como contribuem para o sucesso dos projetos internos.

Outro ganho vindo com a metodologia de RH ágil é a construção de times colaborativos, com autonomia para inovar e composto por profissionais de diferentes perfis. Com respeito a esse último benefício, um artigo do site da McKinsey & Company revelou dados interessantes.

Um deles mostra que as empresas com diversidade de gênero são 15% mais propensas a terem um desempenho superior a outras organizações. Já as que possuem diversidade étnica nas equipes, tem 35% a mais de chances de superarem as concorrentes.

RH ágil na pandemia

Podemos apontar outra vantagem do RH ágil: a rápida adaptação a novos cenários empresariais. Como dito na introdução deste artigo, as últimas décadas foram cheias de mudanças, mas as maiores transformações surgiram com o início da pandemia do COVID-19.

Conceitos e modelos de trabalho que antes “engatinhavam”, como o home office, os recrutamentos e os treinamentos à distância, se tornaram a realidade dos RHs – e parece que continuará assim.

De acordo com uma pesquisa realizada pela McKinsey & Company, a pandemia do COVID-19 mostrou que cerca de 20 a 25% da força de trabalho dos países desenvolvidos pode laborar em casa, pelo menos, três dias na semana.

Esse mesmo estudo apontou também para o aumento do investimento em automação e na inteligência artificial no mundo empresarial. Dessa forma, as empresas esperam ganhar mais agilidade dos serviços e qualificar os colaboradores para funções estratégicas.

Embora estejamos falando aqui da posteridade, vale lembrar que não estamos muito distantes desse futuro. Afinal, já percebemos as mudanças citadas. 

Sendo assim, a implantação rápida da metodologia de RH ágil é uma atitude inteligente, pois ajudará a empresa a “abraçar” e não “lutar” contra as transformações que estão por vir.

Como implementar o RH ágil no seu departamento?

Entender que a metodologia do RH ágil é importante para o futuro da empresa é uma coisa, mas implementá-la é outra história. Não seria de estranhar que o RH ágil exigisse uma implantação planejada e embasada em práticas importantes, dado o efeito profundo que tem nas estruturas do RH.

Porém, seguindo os direcionamentos e as estratégias corretas, os gestores conseguirão ter sucesso com essa metodologia. 

Para ajudar, a seguir, elencamos as melhores práticas para a implantação do RH ágil.

Planejamento

Para a fase do planejamento, os gestores farão um estudo minucioso sobre a realidade da equipe, dos processos e das ferramentas virtuais do RH. Desse modo, ficará mais fácil apontar os pontos fortes e as deficiências do setor.

Com base nos dados coletados por essa pesquisa, é possível definir as necessidades de capacitação e treinamento do time. Essa prática será essencial para que os colaboradores entendam o que é e quais serão os efeitos da implementação da metodologia do RH ágil.

Metas

O estabelecimento de metas é importante para o direcionamento da implantação do RH ágil. Para definir metas eficientes, os gestores precisam estabelecer objetivos desafiadores, mas alcançáveis.

Além disso, é essencial o uso de indicadores de desempenho (KPIs) apropriados. Dessa forma, a equipe entenderá como está o alcance das metas, bem como o cumprimento das tarefas relacionadas a elas.

Processos

Em vez de implantar a metodologia do RH ágil em todos os processos de uma só vez, seria melhor inseri-la primeiro em uma demanda específica. Após isso, haverá a realização de avaliações de desempenho e testes.

Por exemplo, o processo de recrutamento e seleção pode ser o primeiro a adotar os princípios do RH ágil. É interessante começar por essa importante área porque os efeitos da metodologia também serão sentidos em outras demandas, como o onboarding.

Responsabilidades

Os gestores devem delegar responsabilidades para os colaboradores do RH. Fazendo assim, todos participam da implementação da metodologia ágil, sentem os benefícios e percebem as transformações que causam nas demandas.

Um conceito que ajudará na delegação de responsabilidades é o Kanban. Por meio de um quadro visível a todo o time, os gestores definem tarefas, prazos e os responsáveis. Após a finalização das etapas, os envolvidos podem ser recompensados.

Treinamento

A mentalidade ágil deve ser cultivada e mantida na cultura interna do RH e da empresa. Os gestores não podem pensar que uma vez implantada a metodologia, a equipe continuará a ser direcionada por ela.

Na verdade, a permanência dos princípios ágeis depende de um programa interno de treinamento e aprendizado contínuo. Do contrário, os efeitos positivos da metodologia se perdem com o tempo. Mas como deve ser esse programa de treinamento?

A melhor estratégia é usar métodos inovadores de aprendizagem, como a gamificação e as atividades experienciais. Dessa maneira, os colaboradores terão melhor as informações e os índices de engajamento com as aulas serão maiores.

Liderança

Sem o apoio da liderança, os efeitos da metodologia de RH ágil não serão duradouros. Para engajar os líderes da empresa, o RH pode realizar reuniões para apresentar os gráficos com resultados dos KPIs de mensuração das práticas ágeis.

Além disso, no programa interno de desenvolvimento de líderes, é importante que existam aulas, palestras e dinâmicas que mostram as vantagens da metodologia ágil na empresa. 

Sendo assim, o RH estará lançando a base para que a metodologia permaneça no futuro da empresa. 

Benefícios da sua implementação

Falando sobre os impactos positivos da metodologia ágil, o livro “Ágil do jeito certo – Transformação sem caos”, escrito por Darrel Rigby, Sarha Elk e Steve Berez, revela que a agilidade libera o espírito inovador das empresas. Além disso, torna o trabalho das pessoas mais gratificante.

Esses são excelentes benefícios, concorda? Porém, os “louros” da metodologia de RH ágil vão além dessas vantagens. A seguir, apontamos as principais:

  • Profissionais mais qualificados: com um ambiente interno voltado para o aprendizado constante, as equipes elevam a qualidade dos seus serviços, inovam processos e contribuem com ideias brilhantes nas reuniões do RH;
  • Equipe integrada: sem o bloqueio da hierarquia, aumenta o espírito do trabalho em equipe entre os colaboradores do RH. Essa união otimiza o andamento dos projetos, bem como enriquece os resultados obtidos;
  • Bem-estar interno: o RH ágil cria um sentimento de utilidade em todos os profissionais. Afinal, todos são convidados a contribuir com suas habilidades e competências. Dessa forma, os colaboradores percebem que tem uma boa experiência de carreira;
  • Transformação digital: o uso de tecnologias e a metodologia de RH ágil andam de mãos dadas. Afinal, não há como otimizar processos sem a automação digital. Sendo assim, o RH pode esperar uma constante implementação de ferramentas eficientes nas suas demandas;
  • Cultura: empresas que levantam a bandeira de inovação são bem vistas no mundo empresarial. Isso resulta na elevação da employer branding (marca empregadora) da organização;
  • Atração e retenção de talentos: os profissionais talentosos, em especial os das gerações mais jovens, gostam de ambientes corporativos ágeis. Sendo assim, o RH consegue atrair bons candidatos para o processo seletivo.

5 Dicas de aplicação para colocar a metodologia em prática

Uma das melhores formas de implementar o RH ágil é por meio de metodologias eficientes. Mas quais são elas? Vejamos algumas, a seguir.

  1. Kanban

Como citamos nos tópicos anteriores, o Kanban é essencial para a otimização da produtividade dos projetos do RH. Esse método pode ser utilizado por meio de um software. 

No geral, o Kanban divide as atividades em três colunas:

  • A fazer (to do);
  • Fazendo (doing);
  • Feito (done).

Já as atividades são dispostas nas colunas e avançam por elas ao passo que são finalizadas. Com a ajuda do Kanban, as equipes aprendem a manter o foco nas tarefas, cumprir prazos e respeitar o planejamento feito.

  1. Scrum

Entre as metodologias ágeis, o Scrum é, sem dúvidas, a mais utilizada pelas empresas. O principal diferencial do Scrum é a integração dos gestores com as suas equipes durante a criação de projetos, metas e estratégias.

Todos os processos a serem desenvolvidos são divididos em sprints (períodos de tempo) que tem uma série de atividades. No final de cada sprint, o time se reúne para analisar o que deu certo, o que não foi alcançado e o que precisa ser melhorado.

  1. Tribos

Essa metodologia ágil consiste na divisão dos colaboradores do RH em tribos responsáveis por uma atividade específica. Em cada um desses grupos, existe um responsável que direciona todas as tarefas, garantindo o cumprimento de prazos, bem como a qualidade das entregas.

É importante ressaltar que, embora façam parte do mesmo setor, essas tribos são autônomas ou autogerenciáveis. O objetivo é acelerar processos, como o recrutamento e a seleção, a gestão de benefícios e o fechamento da folha de pagamento.

  1. Squad

Assim como as tribos, a metodologia squad gera autonomia para as equipes do RH. Porém, esses times são encarados como pequenas startups que precisam trabalhar de forma otimizada e com recursos enxutos.

Apesar dos times serem independentes, existem líderes que os conectam com a gerência geral do RH. Com a ajuda do squad, o RH pode, por exemplo, criar um programa de atração de talentos para o processo seletivo ou um plano de carreira para os profissionais internos.

  1. Lean

Outra metodologia para o RH ágil é a lean. A principal finalidade dela é potencializar a produção sem comprometer a qualidade, mas reduzindo tempo e custos. Sendo assim, com o auxílio da lean, o RH identifica gastos desnecessários.

Então, os recursos economizados são investidos em estratégias mais importantes para o RH, como a aquisição de tecnologias e o desenvolvimento de um programa de treinamento e desenvolvimento de competências.

Sem dúvidas, o mundo corporativo continuará a apresentar desafios e transformações para as empresas. Como o RH cuida do capital humano, a área pode preparar os times para levar o negócio à trajetória de sucesso, mesmo em tempos instáveis. Dessa forma, a organização será sólida e altamente lucrativa.

Entendeu o que é e como implementar o RH ágil? Quer conhecer uma tecnologia que potencializa os processos do RH? Então, descubra as funcionalidades do Software de Gestão de RH da Benner! Aproveite também para conversar com a nossa equipe de especialistas.